domingo, 15 de março de 2009

Esperança


Só a leve esperança em toda a vida
disfarça a pena de viver, mais nada;
nem é mais a existência resumida
que uma grande esperança malograda.

O eterno sonho da alma desterrada,
sonho que a traz ansiosa e embevecida,
é uma hora feliz, sempre adiada
e que não chega nunca em toda a vida.

Essa felicidade que supomos
árvore milagrosa que sonhamos
toda arriada de dourados pomos

existe sim; mas nós não n´a encontramos,
porque está sempre apenas onde a pomos
e nunca a pomos onde nós estamos.


Vicente de Carvalho

1 comentário:

Ana disse...

"Quanto menos viável é a esperança mais intensa ela é. E ao contrário. (...) Não é a esperança, dir-se-á, é o desejo. Mas só há desejo se houver esperança. É quando um desejo é difícil de realizar, que a esperança tem de preencher o largo espaço dessa realização. Senão, para quê ter o desejo? A esperança mais débil é para a certeza mais forte. A esperança mais forte é para a certeza mais débil.(...) A esperança mais intensa é a do impossível. É quando muda de nome e se chama desespero."

Vergílio Ferreira, in "Pensar"

Excelente ilustração!!