sábado, 21 de junho de 2008

Exílio





Quando a pátria que temos não a temos

Perdida por silêncio e por renúncia

Até a voz do mar se torna exílio

E a luz que nos rodeia é como grades


Sophia de Mello Breyner Andresen

1 comentário:

Ana disse...

É, talvez, o pior dos exílios.

"Procuras Portugal em Portugal
e não o encontras e não o vês
lá onde o mal
se afina e o bem se dana e Portugal
já não é Português."

Pátria Expatriada
Manuel Alegre, in "Obra Poética"