quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Família Cunha


Brasão de Nuno Leitão da Cunha,
Capitão da caravela "Anunciada", na 1º. expedição ao Brasil.


Nobre e antiga família portuguesa, surge documentada já no séc. XIII.
O primeiro a entre nós usar o nome de Cunha foi D.Paio Guterres da Cunha, Cavaleiro oriundo da Gasconha.
Veio para o Condado Portucalense com seu Pai, D. Guterre, na companhia do Conde D. Henrique de Borgonha - pai do nosso primeiro Rei - a quem o Conde terá concedido Póvoa do Varzim, e outras terras em Guimarães, Braga e Barcelos.
D. Paio Guterres participou na defesa da Fortaleza de Leiria contra os mouros, e esteve na tomada de Lisboa onde quebrou com cunhas de ferro a porta da cidade, por ali entrando o Rei D. Afonso Henriques. Este Cavaleiro teria tal tática por hábito: segundo Sanches de Baena , a tradição relaciona D. Paio Guterres com Cunha-a-Velha, no termo de Guimarães, o que atribuiria ao seu apelido natureza toponímica; mas acrescenta que, de acordo com Jerónimo de Aponte, "D. Payo ganhou Torres Novas e que foi o primeiro que se chamou "Cunha", porque durante os cercos punha cunhas de ferro nas portas, para que os inimigos não pudessem sair; e por isso lhe deram por divisa nove cunhas azuis em campo de oiro" (cfr. Visconde Sanches de Baena, "Pombeiro da Beira".
Outra versão dá conta de que, aquando de um cerco dos Mouros a Lisboa, uma bandeira Portuguesa colocada na muralha do Castelo estava prestes a tombar, vergada sob a força do vento. Apercebendo-se do facto, os Mouros impediam que os Portugueses se lhe acercassem - pois obter o estandarte Português seria já uma vitória - e faziam cair uma verdadeira chuva de setas naquele lugar. D. Paio Guterres terá desafiado a morte para lograr segurar a dita bandeira com duas cunhas, ao que El-Rei D. Afonso Henriques, acompanhando a peripécia, terá exclamado: "A cunha, a cunha!". E desta voz real e das cunhas lhe terá ficado o apelido.

Armas:
De ouro, nove cunhas de azul, postas três, três e três. Timbre: grifo sainte de ouro.

Os Cunha que tiveram o Senhorio de Tábua tiveram origem no primogénito de D. Paio Guterres da Cunha, Fernão Pais da Cunha, 1º senhor de Tábua, e entroncado-se com os Albergaria, usaram Armas que são uma combinação das Armas das duas Famílias.
A chefia desta família encontra-se na Casa dos Condes da Cunha.

Armas dos Cunha, Senhores de Tábua: escudo esquartelado, sendo os primeiro e quarto de ouro, nove cunhas de azul postas três, três e três, e os segundos e terceiro de prata, uma cruz florenciada e vazia de vermelho; bordadura de prata, carregada de nove escudetes de azul, cada qual carregado de cinco besantes do campo postos em aspa.

4 comentários:

Unknown Soldier disse...

Família

"É nas velhas casas, onde parece flutuar ainda a penumbra dourada do passado, que se recebe, mais perdurável e mais viva, a impressão da família e do lar."

Dantas , Júlio

Ana disse...

Notavelmente distinto(!!!)... rematando num brasão duma beleza desconcertante!

Carolina Cunha disse...

Adorei conhecer a origem de meu sobrenome. A imagem do escudo é simplesmente maravilhosa.

Francisco Cunha disse...

Já tinha feito pesquisa para saber a origem do nome "Cunha" que herdei dos meus antepassados. Hoje encontrei a origem e adorei saber mais um pouco da história.