quinta-feira, 14 de junho de 2007

... e dei às romãs a cor do lume...

Foi para ti que criei as rosas

foi para ti que lhes dei perfume

Para ti rasguei ribeiros

e dei às romãs a cor do lume.


Foi para ti que pus no céu a Lua

e o verde mais verde nos pinhais

Foi para ti que deitei no chão

um corpo aberto como os animais.

1 comentário:

Ana disse...

E, olhos postos em ti, digo de rastos:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: Princípio e Fim!..."

Florbela Espanca

BELÍSSIMO