sábado, 2 de junho de 2007

O Jogo Real de Ur


O Jogo Real de Ur é porventura um dos mais antigos jogos de tabuleiro da humanidade, a par do "Senat" - este, de origem egípcia.

Terá sido criado cerca do ano 3.000 A.C., na Cidade-Estado de Ur, uma das mais importantes e magníficas metrópoles da Suméria, sita no sul da Mesopotâmia ( actual Iraque) no delta do rio Eufrates, e onde a Bíblia nos diz ter nascido o patriarca Abraão.

As ruínas de Ur foram descobertas em 1854 por J. E. Taylor, cônsul inglês em Bassorá.

E foi em 1920, ao escavar túmulos pertencentes à Casa Real de Ur, que o arqueólogo Sir Leonard Woolley encontrou cinco tabuleiros deste jogo - o mais belo dos quais está hoje no Museu de Londres - cuja simbologia alude sugestivamente a “aves que sobrevoam o deserto, com dunas áridas e animais selvagens que as observam, à espera de um descuido ou cansaço. Mas elas prosseguem com a leveza de quem sabe que o aprendizado na vida é constante. E pousam de preferência em oásis, onde estão protegidas, para renovarem as forças e continuarem o vôo”.
O jogo destina-se a dois competidores, cujo objectivo é colocar todas as suas sete peças no tabuleiro - com 20 quadrados identificados por seis gravuras diferentes, às quais correspondem benefícios e penalidades - e percorrer o itinerário o mais rápido possível.
Vence quem conseguir atravessar o tabuleiro com todas as peças em primeiro lugar.

Os mais curiosos podem fazer o download do shareware deste jogo aqui: The RoyalGame of Ur. No entanto, vão precisar de um ficheiro DLL, que deverão copiar para a pasta "Windows System" - e que está aqui: vbrun300.dll
E quem quiser acompanhar Sir Woolley, apenas terá que clicar aqui para aceder aos Túmulos Reais de Ur...

1 comentário:

F. disse...

o jogo é fantástico.. logica e inteligencia..muito bom.. thanxxx..